Ocorrem diariamente centenas de situações de emergências com risco de vida.

Devido à necessidade que esses pacientes têm de um atendimento imediato e especializado, são levados rapidamente ao hospital. Até agora era a única opção.

Hoje está comprovada cientificamente a forte contra-indicação do translado sem tratamento prévio e a excessiva demora em receber assistência especializada no hospital.

Sessenta por cento dos óbitos por infarto acontecem na primeira hora após iniciados os sintomas, sem receber assistência especializada. O mesmo acontece com muitas outras patologias.

As crises súbitas apresentam todas uma necessidade comum: atendimento imediato no local.

A resposta chegou através das UTIs Móveis, capazes de prestar em poucos minutos, no mesmo local da crise, o tratamento mais avançado, salvando inúmeras vidas e melhorando a sobrevida dos que foram prontamente socorridos

Este atendimento tem permitido, por exemplo, reverter até mais de 35% das paradas cardiorespiratórias no local e diminuir em 5 (cinco) vezes a sua freqüência no trajeto até o hospital. A mortalidade do evento infarto se reduz em 8 (oito) vezes.

Por tudo isto, há mais de 22 anos, que esta especialização converteu-se em um atendimento básico em todos os sistemas de saúde avançados.

Existem também quadros agudos de início súbito que não representam risco de vida iminente, mas que requerem rápido atendimento, dificultados por características clínicas que desaconselham o deslocamento em busca de socorro.

Estes casos são atendidos, em breve, pelo nosso Serviço de Urgência.